Sobre a morte Triunfou

Imagem

Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito. Venham ver o lugar onde ele jazia. Vão depressa e digam aos discípulos dele: Ele ressuscitou dentre os mortos e está indo adiante de vocês para a Galileia. Lá vocês o verão. Notem que eu já os avisei”. Mt. 26. 7-8

A morte é sempre motivo de muito temor entre as pessoas.Ela nos traz a dor da separação, e tem um poder incrível de alinhar valores, conforme ouvir de um pastor recentemente. É verdade que diante da morte, nós repensamos em nossos valores, repensamos em nossa vida e damos valor naquele momento de dor, ao que realmente tem valor.

Hoje nós estamos comemorando a páscoa, e já já irei falar sobre isso também, mas quis aproveitar a oportunidade para falar desse tema que geralmente é tão temido e pouco falado.

Ao contrário do que muitos pensam a bíblia fala muito sobre a morte e nos ensina sobre outros tipos de mortes, além da física. A primeira morte que a bíblia relata está lá em gênesis, quando o homem pecou e destituido foi da glória de Deus.

Quando Deus disse a Adão que não comesse da árvore do conhecimento do bem e do mal, ele revelou que a consequência da desobediência seria a morte no mesmo dia do pecado (Gênesis 2:17). Com certeza, Deus cumpriu sua promessa sobre a consequência do pecado, porque ele sempre fala a verdade e nunca quebra uma promessa. Por causa do pecado do casal original, Deus expulsou-os do Jardim do Éden (Gênesis 3:23-24). Mesmo tendo Adão vivido, em seu corpo físico, por 930 anos, ele e sua esposa morreram no dia de seu pecado, no sentido de que eles foram separados de Deus. A morte espiritual é a separação de Deus. O caso de Adão e Eva nos ajuda a entender que é possível estar fisicamente vivo, enquanto morto espiritualmente (veja Efésios 2:1-6, por exemplo). A razão para esta morte espiritual esta separação de Deus é sempre a mesma. Separamo-nos de Deus pelo nosso próprio pecado (Isaías 59:1-2).

A morte física, foi uma consequencia da morte espiritual de Adão e Eva. Mas a verdade é que Deus não nos criou para morte, por isso talvez que nunca nos conformamos com esse fato.

Mas agora desejo me deter, em falar daquele que triunfou sobre a morte.

J E S U S… Nosso Senhor conheceu a dor de perder um ente querido para a morte. A bíblia relata que ao saber da morte de Lázaro Jesus chorou, mas em suas mãos está todo o poder e naquela ocasião,ele decidiu ressuscitar o seu amigo.

Além dessa experiencia com a morte e outras que experimentou em seu ministério, Jesus havia de vencer a sua própria morte, ainda…

Nosso Deus,tendo tomado a forma de servo e habitado entre nós, conheceu as nossas dores, experimentou a humanidade, mas nem por isso deixou de ser 100% Deus.

Ele veio em carne humana – ‘corpo me preparaste’, diz a profecia – nasceu de uma mulher – participou da carne humana, da descendência de Abraão – I João 4:2; Gálatas 4:4; Heb. 2:14-18; 10:5 u.p. e) Ele tem carne e ossos – Lucas 24:39 e) Mas ele veio como um segundo Adão, e nasceu santo – Lucas 1:35; I Cor. 15:45; II Cor. 5:21 f) Não tinha propensões para pecar, como Adão foi criado santo e sem propensões para pecar – Heb. 4:15 g) Mas Ele foi feito menor que os anjos para poder morrer por nós – Heb. 2:9 h) Jesus antes de morrer orou para que o Pai lhe devolvesse a glória que tinha antes que o mundo existisse – Jo. 17:4-5 i) Depois de ressuscitado Jesus foi ao Céu conferenciar com Seu Pai para saber se o Seu sacrifício fora completo e perfeito – Jo. 20:17 j) Deus Pai aceitou o Seu sacrifício – I Tim. 3:16 l) Deus Pai deu-lhe todo o poder – Mat. 28:18 m) Deus Pai diz ao Filho que Seu trono subsiste – Heb. 1:8-9 A principal diferença entre Adão e Cristo:

a) O primeiro Adão pecou, o segundo, não – Rom. 5:19

b) O primeiro Adão pecou pela comida, o segundo Adão foi tentado na comida e não pecou – Gen. 3:4-6; Mat. 4:4

c) O primeiro Adão foi tentado a querer ser como Deus e pecou; o segundo Adão foi tentado a adorar Satanás e não pecou – Gen. 3:5; Mat. 4:9-10

d) Cristo em tudo foi tentado, mas não pecou – Heb. 4:15 e) Cristo sem pecado, recebeu sobre Si os nossos pecados – II Cor. 5:21; I Jo. 3:5

E, sabe qual foi o propósito dele ter tomado a nossa forma e ter morrido, a morte de cruz? Para nos devolver a vida!!! Mas não apenas uma vida qualquer, mas a vida abuntante da sua parte! “O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.” João 10:10-11

Ele venceu a morte, para nos mostrar que em suas mãos está todo o PODER!!! Que nesse domingo de páscoa, venhamos refletir sobre isso, e além de celebrar a sua ressurreição, que possamos Viver a vida que Deus tem para nós.

FELIZ PÁSCOA!!!

Santificai-vos

“Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o SENHOR maravilhas no meio de vós.”   (Josué 3:5-6)

Imagem

 

Muita coisa tem acontecido em minha vida desde as minhas férias (final de dezembro), até hoje, estive experimentando dias de intensa busca ao Senhor, com isso me sentido mais próxima da sua presença, mais sensível à sua voz, também.

Mas o que gostaria de compartilhar, é que quanto mais perto da luz chegamos, mas enxergamos as imperfeições que existem em nós.

Tenho experimentado dias de arrependimento em minha vida, dias de abandono de hábitos que aparentemente inofensivos, carregamos por tanto tempo em nossas vidas.

Esse pequeno verscículo de Josué citado um pouco mais acima, foi ministrado em minha vida através da minha líder, Pastora Dulce Sinhorelli, nesse dia no G12 principal da Igreja. Um momento de confronto, para minha vida espiritual, mas um momento de motivação para seguir em frente. Acreditando que se a Santificação vier, Deus fará maravilhas em nosso meio.

Creio que seja importante enfatizar, que muitas vezes desconsideramos hábitos, que parecem inofensivos, achando que não são pecados, porém Deus tem gerado ao coração da sua Igreja esses últimos dias, que nossa entrega e santificação deve ser total.

Uma Boa Noite amigos, continuarei aqui sendo ministrada à luz dessa Palavra!!!