Não sou anônima

Boa noite amigos!!

Estive conversando com uma discípula hoje, que estava se sentindo um pouco triste, por não estar em evidência em um determinado trabalho, o inimigo estava ministrando em sua alma, que ninguém gostava dela e que ela era apenas mais uma em meio a tanta gente.

anonima

Enquanto eu ministrava sobre a sua vida, o Senhor me fez lembrar de uma ocasião em que eu também me senti como ela. Creio que Deus usa as nossas experiências para edificar os nossos discípulos.

Lembrei-me e logo comecei a contá-la: Em certa ocasião me esmerei bastante na organização de um evento, trabalhei duro por mais ou menos um mês, para que tudo desse certo. Junto comigo havia uma equipe trabalhando pelo mesmo, mas lembro-me que me sentia sobrecarregada, por que não conseguia dizer NÃO aos pedidos que as pessoas da equipe me faziam, sendo assim acabei ajudando a todos e quase não sendo ajudada. Lembro-me de ter me sentido esgotada na época. Mas enfim chegou o grande dia e para completar todo o processo de esgotamento, quase não dormi na noite anterior de ansiedade, fui a primeira a chegar e a última a sair, junto com um integrante do grupo. Graças a Deus o evento foi um sucesso; mas enquanto ele acontecia eu me sentia uma anônima, na hora dos agradecimentos meu nome foi um dos últimos a ser citados e quase sem ênfase, pessoas que não trabalharam 1/3 do que eu trabalhei, foram mais elogiadas. Me senti mal, senti dentro de mim uma vontade enorme de chorar, mas me contive até que eu consegui chegar em casa.

Quando entrei pela porta do meu lar, simplesmente desabei… chorei de soluçar e contei tudo pra Deus, como se ele não soubesse. Reclamei, briguei, chamei as pessoas de mal agradecidas, eu estava muito mal naquele dia. Foi nesse instante em que eu me sentia a mais anônima das anônimas, que ouvir a doce voz do Espirito Santo ministrar a minha vida, dizendo: _ Filha, eu te vi!

Foi um choque, aquietei o meu espirito e me pus a ouvi-lo, ele continuou. _Eu vi cada esforço, cada suor e cada noite mal dormida, EU TE VEJO FILHA.

Aquela voz encheu o meu coração e me confrontou, no mesmo instante brotou em meu coração o texto de 1 Corintios 10.31 “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.” e naquele dia decidi em meu coração que nunca mais faria coisa alguma alguma esperando recompensa humana, pois quem precisa me ver, estar de olho em mim e me recompensará a seu tempo, segundo as minhas obras.

Enquanto ministrava isso na vida dela, o Senhor me pediu que falasse pra ela acerca de Davi. Sim, o Rei Davi, aquele que venceu o gigante. Ministrei sobre ela, que Davi foi visto pelo Senhor enquanto estava atrás das malhadas, cuidando das poucas ovelhas do seu pai. Ali Davi, entregava o seu melhor trabalho, aquele que vê todas as coisas., ali ele defendia as ovelhas uma a uma, salmodiava e adorava o grande REI e crescia nas experiências que o ajudaria um dia  derrotar o gigante Golias; e mesmo que aparentemente ele tivesse esquecido aos olhos humanos, no momento certo o Senhor o exaltou. Como homem (ser humano) que somos temos a tendencia de desejar estar em lugares aparentes, de sermos elogiados publicamente, mas não devemos nos esquecer que o maior e melhor elogio deve vir da boca do ETERNO. Eu não sei como você esta se sentindo nesse momento, mas eu quero te dizer que o teu Pai esta te olhando agora, ele te vê; não como um anônimo, mas ele mesmo tem o teu nome escrito no livro da vida, ele sabe quantos fios de cabelo tem a tua cabeça, pois ele se preocupa e cuida de ti. Ele tem recebido cada sacrifício seu, quando você o faz para o louvor da sua Glória!