JESUS exemplo de Empatia

Olá Nazireus, Boa noite!

Hoje eu quero falar sobre um assunto muito importante para todos, uma palavrinha com muito significado,mas com pouco entendimento.

O motivo que me leva a escrever sobre esse assunto é muito triste, pois hoje um jovem que não citarei o nome se suicidou bem na rua que minha Mainha mora e onde eu vivi a minha infância toda. Ele era um vizinho nosso, um rapaz que frequentou nossa igreja e a Rede de Juniores que liderei com meu esposo há uns 10 anos atrás. Sempre o víamos, mas o corre corre da vida nos impedia muitas vezes de parar e conversar. (Falo por mim, não pelo meu esposo que teve oportunidade de conversar com ele pouco tempo antes do acontecimento).

A verdade é que essa notícia me deixou tão abalada e chocada. Me deixou tão pensativa, por que vemos pessoas todos os dias encontramos pessoas no ônibus, no trânsito, no trabalho, no consultório médico, no condomínio e o que vemos é simplesmente a superfície das pessoas. Não conseguimos enxergar a alma e a dor que cada um carrega dentro do peito. Eu mesma nunca imaginei que esse rapaz fosse capaz de tirar a sua própria vida.

A verdade queridos é que esse tipo de acontecimento é muito mais frequente do que imaginamos. Mas apenas nos damos conta quando acontece próximo a nós.

Empatia significa a capacidade psicológicapara sentir o que sentiria uma outra pessoa caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela. Consiste em tentar compreender sentimentos e emoções, procurando experimentar de forma objetiva e racional o que sente outro indivíduo.

A empatia leva as pessoas a ajudarem umas às outras. Está intimamente ligada ao altruísmo – amor e interesse pelo próximo – e à capacidade de ajudar. Quando um indivíduo consegue sentir a dor ou o sofrimento do outro ao se colocar no seu lugar, desperta a vontade de ajudar e de agir seguindo princípios morais.

A capacidade de se colocar no lugar do outro, que se desenvolve através da empatia, ajuda a compreender melhor o comportamento em determinadas circunstâncias e a forma como o outro toma as decisões. Fonte: https://www.significados.com.br/empatia/

Acredito que precisamos exercitar mais a empatia, a capacidade de olhar para o próximo como olhamos para nós mesmos e enquanto pensava nisso me veio a memória o nosso maior exemplo de empatia. O próprio JESUS.

Como homem Ele sentiu as mesmas dores que nós, por isso melhor que qualquer pessoa ele compreende as nossas dores e alegrias. Ele nos deu exemplos práticos em sua trajetória, Ele nunca estava ocupado demais quando o assunto era a necessidade do próximo.

Vejamos alguns exemplos:

Mateus 7:12 Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-o vós também a eles, pois esta é a lei e os profetas. 


Mateus 9:36 Vendo Ele as multidões, tinha grande compaixão delas, porque andavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor.

Mateus 8:16,17 Chegada a tarde, trouxeram-Lhe muitos endemoninhados, e Ele com a sua palavra expulsou deles os espíritos e curou a todos os enfermos. 17 Isto aconteceu para que se cumprisse o que fora dito por intermédio do profeta Isaías: Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças.

Mateus 14:14 Saindo Jesus, viu uma grande multidão, e, possuído de grande compaixão para com ela, curou os seus enfermos.

João 11:33-35 [Jesus foi chamado por Marta e Maria para ressuscitar Lázaro, seu irmão:] Jesus, vendo-a [Maria] chorar, e também chorando os judeus que com ela vinham, comoveu-Se profundamente em espírito, e perturbou-se. 34 Perguntou Ele: Onde o pusestes? Responderam: Senhor, vem e vê. 35 Jesus chorou. [Jesus então orou, e Lázaro, que estava morto há quatro dias, milagrosamente ressuscitou.]

Ele nos mostrou na prática que empatia é muito mais do que a capacidade de se colocar no lugar do outro, empatia é fazer algo mediante o sentimento compartilhado.

Encerro esse Post, desejando e pedindo ao Senhor que me ajude a ser seu instrumento nessa terra. Que eu consiga ter a capacidade de sentir o que o outro sente e que eu possa conseguir fazer algo pela minha geração. E caso você se sinta incompreendido quero que saiba que nosso Deus não está morto, Ele compreende o seu caminhar, conhece as suas dores e deseja sarar teu coração.

Que Jesus nos abençoe!

Anúncios

Microadenoma na Hipófise 

Olá Nazireus lindos e lindas.

Já venho comentando aqui a respeito da alta de prolactina que venho enfrentando e esse tem sido o motivo pelo qual não consigo engravidar ainda.

Por indicação de uma amiga finalmente encontrei um GO que me deixou muito mais segura em relação ao diagnóstico e tratamento. (Embora ele tenha deixado claro que  quem vai tratar do problema seria um endocrinologista) ele pediu que eu repetisse todos os exames e dessa vez me pediu uma ressonância magnética com contraste (atenção nesse detalhe, se você sofre com prolactina alta, esse exame deve ser solicitado independente do valor que deu sua PRL e deve ser feito SEMPRE com contraste).

Continuando…

Fiz os exames e foi constatado que eu tenho um microadenoma na hipófise (trata-se de um tumor benigno que fica localizado na região atrás dos olhos e ele que excreta a prolactina) acreditem meus amores eu não fiquei aterrorizada com o diagnóstico o que me deixava muito aflita era a falta dele, se você também esta passando por isso eu quero te tranqüilizar, mais abaixo vou deixar alguns links sobre o assunto para você se informar melhor e de forma segura; minha intenção é contar a minha experiência que pode ser bem diferente da sua.

Enfim… Marquei o endócrino e fui, lá a doutora me tranqüilizou bastante, passou o tratamento que eu vou ter que tomar continuamente para que o “tumor benigno” não cresça, ela me informou que provavelmente o tumor não desapareça mas conseguirei manter ele pequenino com o remédio (a medicação a base de cabergolina é bem carinha) ela me disse que assim que minha prolactina estabilizar eu vou conseguir engravidar 🎉, até porque ela avaliou meus outros hormônios e estão todos dentro dos padrões normais (graças a Deus).

Para resumir e dar uma visão geral do problema para quem nunca ouviu falar sobre isso, a Prolactina é o hormônio responsável pela amamentação, ele deve estar alto apenas durante a gestação (mas nem tanto) e durante o período que a mulher amamenta, no meu caso o “microadenoma” esta excretando esse hormônio o que faz a taxa subir bastante, com isso alguns sintomas bem chatos como: dor de cabeça, falta de libido, dores insuportáveis nos seios, ansiedade, infertilidade. etc… me perseguem. Algumas pessoas tem apenas o aumento do hormônio, neste caso o tratamento é somente para estabilizar a taxa hormonal, para que tem o “tumor” a medicação deve ser tomada continuamente ou seja sem parar, para evitar o crescimento do tumor que pode causar perda da visão periférica (mas calma, apenas se o tumor crescer bastante) por isso é importante tomar o remédio e fazer exames periódicos, no meu caso a médica disse que devo realizar a ressonância a cada seis meses.

Confesso que estou passando por momentos de instabilidade emocional o que me deixa muito preocupada, mas acredito que tomando a medicação corretamente e tomando algumas decisões em minha vida logo logo estarei 100%.

Logo mais farei uma postagem sobre efeitos colaterais da cabergolina e como estou me sentindo ao tomar.

Deixo esse versículo para meditação: “Tal é a confiança que temos diante de Deus, por meio de Cristo. Não que possamos reivindicar qualquer coisa com base em nossos próprios méritos, mas a nossa capacidade vem de Deus. Ele nos capacitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; pois a letra mata, mas o Espírito vivifica.” (2- Coríntios 3:4-6) MINHA CONFIANÇA ESTA N’ELE!!!

Segue os links que prometi sobre a hiperprolactinemia e o adenoma na hipófise.
Sobre as causas da prolactina alta, diagnostico e tratamento: http://www.precepta.com.br/revisao/diagnostico-tratamento-da-hiperprolactinemia/
http://medsimples.com/hormonio-prolactina/
Um abraço apertado e até o próximo Post.

Desista

desistir

Imagino que todos nós em algum momento da vida já pensou em desistir de algo ou alguém. A verdade é que a desistência é algo tão comum no dia a dia das pessoas que muitas vezes nem nos damos conta dessa presença indesejada. Desistimos de um livro que compramos empolgados, mas na terceira página de leitura já decepcionados

abrimos mão e guardamos; desistimos de continuar a dieta quando nos deparamos com situações de ansiedade; desistimos de ir ao cinema quando paramos para pensar na fila que encontraremos ou quem sabe no cansaço do dia a dia. Desistimos de sonhos de criança quando chegamos na fase adulta e nos deparamos com a “realidade” que nos é imposta. Se pararmos um dia para contar quantas coisas simples desistimos todos os dias certamente ficaremos surpresos.
Desistir é abrir mão, mudar de opinião, abandonar um projeto.

Mas o que há de errado nisso tudo?

Nada. Não há nada de errado em desistir. Desde que essa seja uma decisão sincera do seu coração e que seja por um motivo justo.

Mas a desistência que eu trato neste Post é outra e sobre esse tipo de desistência quero trazer essa palavra que se encontra em Hebreus:

“o meu justo viverá pela fé; e; se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, da fé, para a conservação da alma”. (Hb 10:38-9)

Isso mesmo, a desistência que eu trato nessa postagem é a desistência do desanimo, a desistência pela falta de fé, a desistência pelo medo de prosseguir. Desistimos quando permitimos que a incredulidade entre na nossa vida e construa seus alicerces.

Eu também penso em desistir inúmeras vezes… Ultimamente penso em desistir do meu sonho de ser mãe novamente. Procuro focar em outras coisas, esquecer um pouco o que eu verdadeiramente quero. Finjo para os outros que está tudo bem, que isso já se tornou um assunto resolvido em minha vida.

Mas hoje publico essa postagem afim de gerar fé em mim mesma, e ministrar ao meu coração e ao teu coração que talvez esteja com o mesmo desejo que o meu, e dizer: Desista de desistir!!!

As dificuldades do deserto, o calor, a sede, a saudade das “panelas de carne”, são motivos que levam muitos a desistirem da caminhada em direção à Canaã. O coração fica cheio das lembranças do Egito, que levam ao retrocesso. É o momento em que muitos negam o Senhor Deus e o seu amor dedicado às suas vidas. Mesmo Pedro, que negou Jesus três vezes precisou ter a venda arrancada dos olhos, para ver o que só Ele via naquele servo. Foi o momento para constatar que não havia chance para retroceder. (Mc 16:7) Por isso é importante reconhecermos nossos próprios sentimentos e sermos sinceros com nós mesmos e com Deus.

Seja sincero… Rasgue o coração, mas não desista da promessa! Lembre-se do que Ele te prometeu, segure-se nessa promessa.

É o que eu continuo fazendo daqui.

“Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.”

‭‭Romanos‬ ‭8:37‬ ‭

O Vôo do Amor

Oiiiii Nazireus

Na semana em que comemoramos o “Dia dos Namorados”, semana de romance, de expressar nossos sentimentos, desejei escrever um post apropriado, e vou me basear na palavra que fomos comissionados a dar na Rede de Casais da nossa igreja no dia 29 de maio, cujo tema foi: O vôo do amor!!

voo do amor

Quem nunca sentiu um frio na barriga no momento da decolagem, quem nunca pensou que o avião fosse cair durante uma turbulência e pediu insistentemente a Deus mais uma oportunidade de vida naquele momento de tensão? Eu sempre me achei muito confiante durante os vôos que fiz, até ter a oportunidade de fazer minha primeira viagem internacional, dentro daquele avião que parecia não ter mais tamanho… e passar horas lá no alto, tive tempo para fantasiar todo tipo de medo. Mas venci!!! Com a graça de Deus.

Se fizermos um paralelo entre um vôo e o casamento veremos muitas semelhanças e podemos aprender a deixar nosso casamento na rota certa, se não nos desviarmos do plano inicial. Para começar esse emocionante vôo, gostaria de compartilhar a palavra de Deus, que diz em Isaías os seguinte:

“Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.” (Isaías 40.31)

Mas, como posso manter meu casamento na rota certa?

1º Plano de Vôo – é um documento que contém informações a respeito de um voo (ou parte de um voo) que foi planejado pelo piloto em comando de uma aeronave. (Wikipédia) O plano de Deus para nosso casamento é perfeito, ele como nosso piloto, não planejou que nos casássemos para que depois de um certo tempo, simplesmente houvesse uma separação. A verdade é que quando nos casamos também fizemos planos maravilhosos, planos de felicidade, planos de muito amor, muita compreensão, planos de envelhecermos junto, de termos filhos e compartilharmos a vida um do outro, mas em meio as dificuldades da vida, em meio ao desgaste do dia a dia, acabamos esquecendo do nosso Plano original e quando nos damos conta criamos planos diversos que fogem ao plano original. Mas uma coisa é certa!! Se desejarmos chegar no destino que planejamos inicialmente não podemos mudar o plano do vôo, precisamos voltar para a rota indicada e enfrentarmos as dificuldades do caminho, até chegarmos ao plano original.

2º Instruções para não comprometer o Voo – Acredito que todos no primeiro vôo ficamos bem atentos a todas as informações passadas pelos comissários de bordo e até lemos o cartão de embarque, mas com o tempo, pensamos que já sabemos todas aquelas instruções e já não prestamos atenção e queremos fazer do nosso jeito. Isso é um grande risco, para todos os que estão na aeronave, porque em um momento crítico é importante que todos tenham prestado atenção nas instruções. Falando de relacionamento, é muito complicado quando apenas um cônjuge presta atenção nas instruções e tenta segui-las. É preciso o esforço mútuo e acreditar que já sabemos de tudo é muito sério. A verdade é que nunca sabemos o suficiente e em um casamento é muito chato ter que lidar com esse tipo de comportamento. Esteja aberto(a) para ouvir as instruções milhares de vezes se assim for necessário e tente não agir como o “sabe tudo” da relação.

3º Decolagem – Esse é o momento mais emocionante do vôo, quando finalmente o avião sai do chão e está no ar… Como tripulantes sentimos uma emoção indescritível, podemos fazer um paralelo com os sentimentos e emoções do inicio do nosso relacionamento. Quando  apenas um olhar causa um friozinho gostoso na barriga, uma emoção inexplicável a cada reencontro, que muitas vezes deixamos de sentir com o dia-a-dia e com a rotina desgastante do casamento. É preciso se esforçar para que isso não aconteça, gostaria de compartilhar uma experiência do meu casamento; houve um determinado momento em que eu esperei demais do meu esposo, eu esperava que ele fosse romântico, que ele adivinhasse o meu pensamento e me surpreendesse em cada data especial e não ficava satisfeita com a forma que ele se expressava. Até que um dia o Espirito Santo falou forte em meu coração: Porque você também não faz surpresas pra ele? Porque você sempre espera que ele faça? Foi ai que fui despertada, que precisava fazer a minha parte, que precisa ensinar ele como gostaria que fosse comemoradas as datas. Então, comecei a realizar as surpresas. (Rsssss) Não perca o frio na barriga, faça o que puder fazer para que a emoção prevaleça até o fim, se seu esposo ou esposa não sabe fazer como você gostaria, ensine-o, fazendo a sua parte.

4º Turbulência – Esse é o momento mais tenso de qualquer vôo, acontece quando existe uma mudança brusca na temperatura, na velocidade ou na pressão do ar, quando essas mudanças são previsíveis o piloto pode fazer ajustes na aeronave para se adaptar a elas, quando a mudança é de uma hora para outra ou quando acontecem muitas variações seguidas, não há como adaptar a aeronave e a pressão faz com que ela balance. Nossaaaa, quanta semelhança com o casamento não é mesmo!? A verdade é que a maioria das turbulências no casamento, não são previsíveis, mas abandonar a aeronave só porque aconteceu uma turbulência não é uma decisão inteligente. A verdade é que quando decidimos entrar no voo chamado AMOR, CASAMENTO, precisamos estar cientes que turbulências virão, por isso nesse momento precisamos confiar no PILOTO e não tomar nenhuma decisão precipitada, apenas confiar e esperar. NÃO SE DESESPERE!!!!

5º Serviço de Bordo – Tem algum momento mais agradável durante o voo, que o momento em que os comissários de bordo estão nos servindo? Quem não gosta de ser servido? Servir numa relação pode ser uma benção linda, mas quando apenas um se coloca nessa posição, pode se tornar algo muito sério e desgastante, no casamento ambos precisam ter disposição para servir. Servir no casamento é cuidar, amar, dar o seu melhor para o outro. Ok, você já serve q sua família. Mas a pergunta é… O que temos servido a nossa família? Em algumas situações o homem ou a mulher se sentem obrigados a servir a família e em no lugar de servir palavras doces, tem servido palavras amargas, hostis, servido palavras de contenda, palavras de confusão e morte. Cuidado com o que você tem servido a sua família. Preste o melhor serviço, lembrando que você deve fazer todas as coisas como se estivesse fazendo para Deus. “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus. ” (1 Coríntios 10:31)

6º Confie no Piloto – Se você tem feito tudo de acordo as instruções e mesmo assim seu casamento parece não sair da área de turbulência, o conselho mais apropriado é: CONFIE NO PILOTO, ou entregue a direção para o único capaz de PILOTAR essa aeronave com competência. Muitas vezes quemos tomar o lugar de Deus, decidindo as coisas sem participá-lo e sem saber se aquela é a decisão que ele tomaria, e isso é um grande erro. Jesus precisa ser o piloto da sua família, sua relação, seu casamento. Se você entregar a direção aquele que criou o plano de voo e confiar, com certeza ele levará vocês ao destino certo. Homens e mulheres sejam sensíveis a doce voz do Espirito Santo.

Gostaria de encerrar esse Post com o Poema que meu marido fez pra mim, mas vou deixar como assunto para outro “Post”. Até mais e um Feliz dia dos namorados!!!!

Teste do Tempo

kairósOficialmente 7 meses tentando engravidar… e nove anos que Levi nasceu.
Sempre achei estranho durante esses 9 anos que se passaram desde a minha primeira gestação pra cá eu nunca ter engravidado, é claro que sempre me preveni, porém em 9 anos não tive nem sinal de uma possível gestação. Ano passado devido muitas espinhas em meu rosto e corpo procurei uma dermatologista, foi quando finalmente descobrir que estava com uma disfunção hormonal, um nível alto de Testosterona, que foi tratado com medicamentos. Durante esse período de tratamento algumas coisas me deixaram intrigadas, como um ovário que o médico sentiu muita dificuldade em enxergar, durante uma ultra-som, mas fui tranqüilizada pelo ginecologista que me acompanhou na época. (Ufa) Pensei que quando começasse a tentar seria rápido… mas não foi e não tem sido. Esses 7 (sete) meses de tentativa oficial tem sido muito difícil pra mim, mistos de sentimentos e emoções, crises e mais crises a cada mês que eu esperava a “regra” não vir e ela insistia em vir.
Finalmente resolvi buscar uma ginecologista e relatar o que me estava ocorrendo, falei da disfunção anterior e ela passou uma bateria de exames. Fiz todos rapidamente, estava ansiosa para ouvir da médica que não havia nada de errado e que finalmente estava grávida ou pronta para engravidar, mas o resultado de um dos hormônios deu sim uma alteração, a prolactina. Sinceramente nem sabia que isso existia, ela não me disse muita coisa a respeito, apenas que se realmente a prolactina estivesse alta esse poderia ser o motivo de não conseguir engravidar, pois esse hormônio deve estar alto apenas quando a mulher está grávida ou amamentando já que esse é o hormônio responsável por produzir o leite materno. Nossaaaaa, quando li vários textos na internet sobre essa prolactina alta, eu fiquei realmente muito triste, mas tentei manter a calma e repetir o exame como a médica havia solicitado. E para a minha tristeza naquele momento em que peguei o resultado do segundo exame, a prolactina havia dado mais alta ainda. O que me tranqüilizou foi que junto com o diagnóstico ela me disse que com um mês de tratamento provavelmente estarei curada!!! Uhuuuuuu
O tratamento é caro, meu Deussss, se vocês virem o tamanho do comprimido nunca acreditariam no valor que pagamos por uma caixinha com dois apenas, o nome do remédio é Cabertrix, caso fiquem curiosas em saber.
Tenho orado muito durante esse tempo para que o Senhor traga a cura que eu preciso através dessa medicação, desde o momento em que o Senhor fez eu começar a orar por uma segunda gestação eu entendi que ela não seria fácil, não consigo entender os propósitos de Deus em cada situação e nessa sinceramente não entendo o por que. Mas eu sei que o meu Deus não muda, sei que ele é fiel e que eu posso confiar que existe um tempo perfeito de Deus, que existe um desígnio eterno e que a medida que ele me molda ele também prepara todas as coisas para acontecerem no seu KAIRÓS. Só peço que o Senhor me ajude a enfrentar todas as dificuldades que me cercam, me a jude a superar reações da medicação e a entregar a minha ansiedade em suas mãos.

“Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu” Eclesiastes 3:1

Quando já havia finalizado o texto lembrei-me de uma frase linda e verdadeira: “ Toda Promessa de Deus passa pelo teste do tempo.”

Não há frase melhor para definir esse “post”, teste do tempo aqui estou eu, a promessa esta mais perto do que longe de se cumprir, eu sinto isso.

Que venha Isaque (Quando tudo começou)

Olá nazireus de Deus!!!

Como prometi estar mais presente aqui e contar as experiências que tenho vivido, cá estou eu. Vou começar contando como essa fase de “tentante” na minha vida começou.

Para que ainda não me conhece eu tenho um filho lindo de 9 aninhos que me emociona muito sempre; Levi é tudo o que um dia eu desejei ter. Ele foi o primeiro homem de uma família de 08 mulheres lindas, então ele chegou muito amado e desejado por todas nós e pelo papai que se sentia poderosooooo em ter feito um Homem. (kkkk)

A verdade é que Levi chegou ligado no 220 em nossas vidas, dormir nunca foi seu forte o que proporcionou a mim e ao meu esposo dias de muitooo sono e cansaço. Creio que esse foi um dos motivos pelo qual nós não tínhamos pretensão em ter outro filho, esse plano sempre passou longe da nossa cabeça; para nós Levi sozinho já preenchia e muito bem a casa.

Porém, em 2013 em um Encontro de Líderes mulheres da nossa igreja cujo tema era: “Que venha Isaque” Deus gerou algo diferente dentro do meu coração. Em uma das ministrações em que a pastora simulava uma gestação, ela começou a falar de sonhos, planos e que muitas vezes passamos a vida desapercebidas deles e não oramos por aquilo que queremos e nos incentivou a gerar os nossos sonhos. Que legal! Até ai eu pensei em vários sonhos e planos, menos em ter outro filho, acontece que no momento da ministração quando me ajoelhei senti muito forte em meu coração uma voz que me direcionava a orar por outro filho e eu sem entender comecei a orar e chorar por isso e clamar para que o Senhor me fizesse mãe biológica novamente. Achei aquilo tão estranho… mas descansei no Senhor, pois sempre soube que a sua vontade é boa, agradável e perfeita e entendi ali que embora eu não sonhasse o Senhor já sonhava com um outro filho para nós.
gerando sonhos
Bem, começou uma outra fase em minha vida, a de convencer meu querido esposo em sermos pais mais uma vez, não foi um processo fácil, pois ele estava convicto que não teria outro filho. Usei vários argumentos para convencê-lo, mas durante todos esses anos ele só foi convencido há mais ou menos seis meses atrás, quando finalmente começamos de fato a tentar ter outro filho.

Ainda não consegui engravidar, mas sei que a promessa vai se cumprir, quero que quem esteja lendo nesse momento guarde essa palavra em seu coração, de que não importa o quão difícil seja o seu sonho, você pode gerá-lo em oração. E esse é também um momento especial em que ouvimos a voz de Deus e aprendemos a valorizar o sonho quando finalmente ele for realizado.

Tenham  fé, assim como Abraão teve ao receber a promessa de Deus e perseverou crendo que o seu milagre chegaria. Não deixem a dúvida dominar o seu coração, embora seja difícil lute contra a dúvida, por esse motivo é tão importante gerar os nossos sonhos em oração.

O nascimento de Isaque ocorreu sob circunstâncias bem incomuns. Tanto o pai como a mãe dele já eram bem idosos, já tendo há muito cessado a menstruação de sua mãe. (Gn 18:11) Assim, quando Deus disse a Abraão que Sara daria à luz um filho, ele se riu dessa perspectiva, perguntando: “Nascerá um filho a um homem de cem anos de idade, e dará à luz Sara, sim, uma mulher de noventa anos de idade?” (Gn 17:17) Ao saber o que ocorreria, Sara também riu. Daí, “no tempo designado” do ano seguinte, nasceu o menino, provando que NADA é ‘EXTRAORDINÁRIO DEMAIS PARA DEUS. (Gn 18:9-15) Confie no Senhor!!!!

Ahhhh, a imagem que escolhi para ilustrar essa postagem hoje é uma singela homenagem a uma mulher de fé chamada Sandra Araújo que escolheu crer que o tempo do seu milagre chegaria e enfim o seu milagre chegou!!!! Seu milagre se chama Sophia e é uma linda princesa que ao chegar, emocionou a todos que conheciam sua mamãe e desejam ver esse sonho sendo realizado. (Te amo amiga!)

Ainda na casa do oleiro (RETORNO AO BLOG)

Olá meninas e meninos! É verdade que faz um tempo que não posto no blog… na verdade sou meio relaxada pra escrever, embora goste muito. Mas me determinei a gastar mais tempo por aqui, incentivada por uma amiga que me animou para que eu contasse as experiências que tenho tido ultimamente, para que possa servir de apoio ou de conforto para outras pessoas. Certa vez escrevi acerca da casa do oleiro e disse que nem sabia se um dia alguém conseguiu sair dessa casa… (Risos), é verdade. Nessa casa é o lugar onde Deus amassa o barro e refaz os vasos (nós) conforme a sua vontade. Na verdade em meio a tantas experiências nem sei por onde começar. Por isso optei em começar apenas dizendo que me esforçarei para estar mais presente e compartilhar as minhas experiências de vida, especialmente as experiências de uma “tentante” que sou agora. Caso deseje ler o Post da Casa do Oleiro (Clique Aqui), esse post foi feito em um momento de muita dor, mas de muito aprendizado também, momento em que perdi a casa que pensávamos ser nossa. “A palavra do SENHOR, que veio a Jeremias, dizendo: Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras. E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas, Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer. Então veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o Senhor. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.” (Jeremias 18:1-6) Fiquem aqui comigo se Deus me ajudar vou gravar alguns Vlogs também!!!casa do oleiro