O Vôo do Amor

Oiiiii Nazireus

Na semana em que comemoramos o “Dia dos Namorados”, semana de romance, de expressar nossos sentimentos, desejei escrever um post apropriado, e vou me basear na palavra que fomos comissionados a dar na Rede de Casais da nossa igreja no dia 29 de maio, cujo tema foi: O vôo do amor!!

voo do amor

Quem nunca sentiu um frio na barriga no momento da decolagem, quem nunca pensou que o avião fosse cair durante uma turbulência e pediu insistentemente a Deus mais uma oportunidade de vida naquele momento de tensão? Eu sempre me achei muito confiante durante os vôos que fiz, até ter a oportunidade de fazer minha primeira viagem internacional, dentro daquele avião que parecia não ter mais tamanho… e passar horas lá no alto, tive tempo para fantasiar todo tipo de medo. Mas venci!!! Com a graça de Deus.

Se fizermos um paralelo entre um vôo e o casamento veremos muitas semelhanças e podemos aprender a deixar nosso casamento na rota certa, se não nos desviarmos do plano inicial. Para começar esse emocionante vôo, gostaria de compartilhar a palavra de Deus, que diz em Isaías os seguinte:

“Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.” (Isaías 40.31)

Mas, como posso manter meu casamento na rota certa?

1º Plano de Vôo – é um documento que contém informações a respeito de um voo (ou parte de um voo) que foi planejado pelo piloto em comando de uma aeronave. (Wikipédia) O plano de Deus para nosso casamento é perfeito, ele como nosso piloto, não planejou que nos casássemos para que depois de um certo tempo, simplesmente houvesse uma separação. A verdade é que quando nos casamos também fizemos planos maravilhosos, planos de felicidade, planos de muito amor, muita compreensão, planos de envelhecermos junto, de termos filhos e compartilharmos a vida um do outro, mas em meio as dificuldades da vida, em meio ao desgaste do dia a dia, acabamos esquecendo do nosso Plano original e quando nos damos conta criamos planos diversos que fogem ao plano original. Mas uma coisa é certa!! Se desejarmos chegar no destino que planejamos inicialmente não podemos mudar o plano do vôo, precisamos voltar para a rota indicada e enfrentarmos as dificuldades do caminho, até chegarmos ao plano original.

2º Instruções para não comprometer o Voo – Acredito que todos no primeiro vôo ficamos bem atentos a todas as informações passadas pelos comissários de bordo e até lemos o cartão de embarque, mas com o tempo, pensamos que já sabemos todas aquelas instruções e já não prestamos atenção e queremos fazer do nosso jeito. Isso é um grande risco, para todos os que estão na aeronave, porque em um momento crítico é importante que todos tenham prestado atenção nas instruções. Falando de relacionamento, é muito complicado quando apenas um cônjuge presta atenção nas instruções e tenta segui-las. É preciso o esforço mútuo e acreditar que já sabemos de tudo é muito sério. A verdade é que nunca sabemos o suficiente e em um casamento é muito chato ter que lidar com esse tipo de comportamento. Esteja aberto(a) para ouvir as instruções milhares de vezes se assim for necessário e tente não agir como o “sabe tudo” da relação.

3º Decolagem – Esse é o momento mais emocionante do vôo, quando finalmente o avião sai do chão e está no ar… Como tripulantes sentimos uma emoção indescritível, podemos fazer um paralelo com os sentimentos e emoções do inicio do nosso relacionamento. Quando  apenas um olhar causa um friozinho gostoso na barriga, uma emoção inexplicável a cada reencontro, que muitas vezes deixamos de sentir com o dia-a-dia e com a rotina desgastante do casamento. É preciso se esforçar para que isso não aconteça, gostaria de compartilhar uma experiência do meu casamento; houve um determinado momento em que eu esperei demais do meu esposo, eu esperava que ele fosse romântico, que ele adivinhasse o meu pensamento e me surpreendesse em cada data especial e não ficava satisfeita com a forma que ele se expressava. Até que um dia o Espirito Santo falou forte em meu coração: Porque você também não faz surpresas pra ele? Porque você sempre espera que ele faça? Foi ai que fui despertada, que precisava fazer a minha parte, que precisa ensinar ele como gostaria que fosse comemoradas as datas. Então, comecei a realizar as surpresas. (Rsssss) Não perca o frio na barriga, faça o que puder fazer para que a emoção prevaleça até o fim, se seu esposo ou esposa não sabe fazer como você gostaria, ensine-o, fazendo a sua parte.

4º Turbulência – Esse é o momento mais tenso de qualquer vôo, acontece quando existe uma mudança brusca na temperatura, na velocidade ou na pressão do ar, quando essas mudanças são previsíveis o piloto pode fazer ajustes na aeronave para se adaptar a elas, quando a mudança é de uma hora para outra ou quando acontecem muitas variações seguidas, não há como adaptar a aeronave e a pressão faz com que ela balance. Nossaaaa, quanta semelhança com o casamento não é mesmo!? A verdade é que a maioria das turbulências no casamento, não são previsíveis, mas abandonar a aeronave só porque aconteceu uma turbulência não é uma decisão inteligente. A verdade é que quando decidimos entrar no voo chamado AMOR, CASAMENTO, precisamos estar cientes que turbulências virão, por isso nesse momento precisamos confiar no PILOTO e não tomar nenhuma decisão precipitada, apenas confiar e esperar. NÃO SE DESESPERE!!!!

5º Serviço de Bordo – Tem algum momento mais agradável durante o voo, que o momento em que os comissários de bordo estão nos servindo? Quem não gosta de ser servido? Servir numa relação pode ser uma benção linda, mas quando apenas um se coloca nessa posição, pode se tornar algo muito sério e desgastante, no casamento ambos precisam ter disposição para servir. Servir no casamento é cuidar, amar, dar o seu melhor para o outro. Ok, você já serve q sua família. Mas a pergunta é… O que temos servido a nossa família? Em algumas situações o homem ou a mulher se sentem obrigados a servir a família e em no lugar de servir palavras doces, tem servido palavras amargas, hostis, servido palavras de contenda, palavras de confusão e morte. Cuidado com o que você tem servido a sua família. Preste o melhor serviço, lembrando que você deve fazer todas as coisas como se estivesse fazendo para Deus. “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus. ” (1 Coríntios 10:31)

6º Confie no Piloto – Se você tem feito tudo de acordo as instruções e mesmo assim seu casamento parece não sair da área de turbulência, o conselho mais apropriado é: CONFIE NO PILOTO, ou entregue a direção para o único capaz de PILOTAR essa aeronave com competência. Muitas vezes quemos tomar o lugar de Deus, decidindo as coisas sem participá-lo e sem saber se aquela é a decisão que ele tomaria, e isso é um grande erro. Jesus precisa ser o piloto da sua família, sua relação, seu casamento. Se você entregar a direção aquele que criou o plano de voo e confiar, com certeza ele levará vocês ao destino certo. Homens e mulheres sejam sensíveis a doce voz do Espirito Santo.

Gostaria de encerrar esse Post com o Poema que meu marido fez pra mim, mas vou deixar como assunto para outro “Post”. Até mais e um Feliz dia dos namorados!!!!

Anúncios