Pausa

Oi Nazireus!!!!

No meu último Post falei sobre a endocrinologista que eu fui, desde que tive lá tenho tomado o remédio (Cabertrix) direitinho, o que aconteceu durante esse tempo é que percebi o quanto a medicação é cara quando se torna de uso contínuo (pois essa é a avaliação do médico) é claroooo que creio em minha cura, mas sei que Deus pode me curar como ele quiser e não sou “doida” de desfazer da autoridade do médico… Por tanto vou tomar a medicação de forma correta.
Enfim… fui atrás da médica para que ela fizesse um laudo pra mim conseguir a medicação pelo governo, genteeee, como foi difícil fazer contato com essa médica. Fiquei tão chateada que acabei marcando um outro endócrino e essa realmente foi a melhor decisão.
Tive que repetir todos (menos ressonância) os exames para que ele fizesse o meu laudo, e passou mais uma bateria que não havia sido pedido. Fiquei tranquila e estou no aguardo dos resultados. (blá, blá, blá… rsss)
Mas o que realmente quero dizer nesse Post, é que nessa consulta ele pediu para que eu desse uma pausa de um ano das tentativas de engravidar, para ver como meu organismo vai reagir a medicação e me disse que por segurança para que o microadenoma não cresça durante uma gestação. Ufaaa, confesso pra vocês que foi um alivio me sentir livre dessa pressão de tentar engravidar, vou dar essa pausa e cuidar de mim durante esse ano. Cuidar da minha mente, do meu coração, da minha família.
Não, eu não desisti do meu sonho, mas diante desse cenário de microcefalia, zika virus, etc… eu acho que é realmente a melhor decisão no momento.
Continuo crendo no Deus do impossível e em breve farei um Post sobre um sonho que Deus me deu, Ele tem se revelado a mim de forma linda, tem sido um tempo de experiências com Ele.

“Saibam, portanto, que o Senhor, o seu Deus, é Deus; ele é o Deus fiel, que mantém a aliança e a bondade por mil gerações daqueles que o amam e obedecem aos seus mandamentos.” (Deuteronômio 7.9)

 

pausa-indefinida

Microadenoma na Hipófise 

Olá Nazireus lindos e lindas.

Já venho comentando aqui a respeito da alta de prolactina que venho enfrentando e esse tem sido o motivo pelo qual não consigo engravidar ainda.

Por indicação de uma amiga finalmente encontrei um GO que me deixou muito mais segura em relação ao diagnóstico e tratamento. (Embora ele tenha deixado claro que  quem vai tratar do problema seria um endocrinologista) ele pediu que eu repetisse todos os exames e dessa vez me pediu uma ressonância magnética com contraste (atenção nesse detalhe, se você sofre com prolactina alta, esse exame deve ser solicitado independente do valor que deu sua PRL e deve ser feito SEMPRE com contraste).

Continuando…

Fiz os exames e foi constatado que eu tenho um microadenoma na hipófise (trata-se de um tumor benigno que fica localizado na região atrás dos olhos e ele que excreta a prolactina) acreditem meus amores eu não fiquei aterrorizada com o diagnóstico o que me deixava muito aflita era a falta dele, se você também esta passando por isso eu quero te tranqüilizar, mais abaixo vou deixar alguns links sobre o assunto para você se informar melhor e de forma segura; minha intenção é contar a minha experiência que pode ser bem diferente da sua.

Enfim… Marquei o endócrino e fui, lá a doutora me tranqüilizou bastante, passou o tratamento que eu vou ter que tomar continuamente para que o “tumor benigno” não cresça, ela me informou que provavelmente o tumor não desapareça mas conseguirei manter ele pequenino com o remédio (a medicação a base de cabergolina é bem carinha) ela me disse que assim que minha prolactina estabilizar eu vou conseguir engravidar 🎉, até porque ela avaliou meus outros hormônios e estão todos dentro dos padrões normais (graças a Deus).

Para resumir e dar uma visão geral do problema para quem nunca ouviu falar sobre isso, a Prolactina é o hormônio responsável pela amamentação, ele deve estar alto apenas durante a gestação (mas nem tanto) e durante o período que a mulher amamenta, no meu caso o “microadenoma” esta excretando esse hormônio o que faz a taxa subir bastante, com isso alguns sintomas bem chatos como: dor de cabeça, falta de libido, dores insuportáveis nos seios, ansiedade, infertilidade. etc… me perseguem. Algumas pessoas tem apenas o aumento do hormônio, neste caso o tratamento é somente para estabilizar a taxa hormonal, para que tem o “tumor” a medicação deve ser tomada continuamente ou seja sem parar, para evitar o crescimento do tumor que pode causar perda da visão periférica (mas calma, apenas se o tumor crescer bastante) por isso é importante tomar o remédio e fazer exames periódicos, no meu caso a médica disse que devo realizar a ressonância a cada seis meses.

Confesso que estou passando por momentos de instabilidade emocional o que me deixa muito preocupada, mas acredito que tomando a medicação corretamente e tomando algumas decisões em minha vida logo logo estarei 100%.

Logo mais farei uma postagem sobre efeitos colaterais da cabergolina e como estou me sentindo ao tomar.

Deixo esse versículo para meditação: “Tal é a confiança que temos diante de Deus, por meio de Cristo. Não que possamos reivindicar qualquer coisa com base em nossos próprios méritos, mas a nossa capacidade vem de Deus. Ele nos capacitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; pois a letra mata, mas o Espírito vivifica.” (2- Coríntios 3:4-6) MINHA CONFIANÇA ESTA N’ELE!!!

Segue os links que prometi sobre a hiperprolactinemia e o adenoma na hipófise.
Sobre as causas da prolactina alta, diagnostico e tratamento: http://www.precepta.com.br/revisao/diagnostico-tratamento-da-hiperprolactinemia/
http://medsimples.com/hormonio-prolactina/
Um abraço apertado e até o próximo Post.

Teste do Tempo

kairósOficialmente 7 meses tentando engravidar… e nove anos que Levi nasceu.
Sempre achei estranho durante esses 9 anos que se passaram desde a minha primeira gestação pra cá eu nunca ter engravidado, é claro que sempre me preveni, porém em 9 anos não tive nem sinal de uma possível gestação. Ano passado devido muitas espinhas em meu rosto e corpo procurei uma dermatologista, foi quando finalmente descobrir que estava com uma disfunção hormonal, um nível alto de Testosterona, que foi tratado com medicamentos. Durante esse período de tratamento algumas coisas me deixaram intrigadas, como um ovário que o médico sentiu muita dificuldade em enxergar, durante uma ultra-som, mas fui tranqüilizada pelo ginecologista que me acompanhou na época. (Ufa) Pensei que quando começasse a tentar seria rápido… mas não foi e não tem sido. Esses 7 (sete) meses de tentativa oficial tem sido muito difícil pra mim, mistos de sentimentos e emoções, crises e mais crises a cada mês que eu esperava a “regra” não vir e ela insistia em vir.
Finalmente resolvi buscar uma ginecologista e relatar o que me estava ocorrendo, falei da disfunção anterior e ela passou uma bateria de exames. Fiz todos rapidamente, estava ansiosa para ouvir da médica que não havia nada de errado e que finalmente estava grávida ou pronta para engravidar, mas o resultado de um dos hormônios deu sim uma alteração, a prolactina. Sinceramente nem sabia que isso existia, ela não me disse muita coisa a respeito, apenas que se realmente a prolactina estivesse alta esse poderia ser o motivo de não conseguir engravidar, pois esse hormônio deve estar alto apenas quando a mulher está grávida ou amamentando já que esse é o hormônio responsável por produzir o leite materno. Nossaaaaa, quando li vários textos na internet sobre essa prolactina alta, eu fiquei realmente muito triste, mas tentei manter a calma e repetir o exame como a médica havia solicitado. E para a minha tristeza naquele momento em que peguei o resultado do segundo exame, a prolactina havia dado mais alta ainda. O que me tranqüilizou foi que junto com o diagnóstico ela me disse que com um mês de tratamento provavelmente estarei curada!!! Uhuuuuuu
O tratamento é caro, meu Deussss, se vocês virem o tamanho do comprimido nunca acreditariam no valor que pagamos por uma caixinha com dois apenas, o nome do remédio é Cabertrix, caso fiquem curiosas em saber.
Tenho orado muito durante esse tempo para que o Senhor traga a cura que eu preciso através dessa medicação, desde o momento em que o Senhor fez eu começar a orar por uma segunda gestação eu entendi que ela não seria fácil, não consigo entender os propósitos de Deus em cada situação e nessa sinceramente não entendo o por que. Mas eu sei que o meu Deus não muda, sei que ele é fiel e que eu posso confiar que existe um tempo perfeito de Deus, que existe um desígnio eterno e que a medida que ele me molda ele também prepara todas as coisas para acontecerem no seu KAIRÓS. Só peço que o Senhor me ajude a enfrentar todas as dificuldades que me cercam, me a jude a superar reações da medicação e a entregar a minha ansiedade em suas mãos.

“Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu” Eclesiastes 3:1

Quando já havia finalizado o texto lembrei-me de uma frase linda e verdadeira: “ Toda Promessa de Deus passa pelo teste do tempo.”

Não há frase melhor para definir esse “post”, teste do tempo aqui estou eu, a promessa esta mais perto do que longe de se cumprir, eu sinto isso.